E por falar em saudade…

Texto escrito um tempo depois de perder minha mãezinha. Era madrugada, estava num bar, sozinho, creio. Foi no Marinho, o antigo, fechado com grades, só para os de casa. Ele leu, chorou, meu amigo. Colocou no mural de curtiça que ficava na parede/biombo que escondia os banheiros…

Dias atrás meu amigo Tiago, do http://www.telhadotiago.wordpress.com me lembrou desse texto, aqui em Salvador.

Domingo eu que me lembrei dele. Todos os dias ele me é atual!

Aí está…

Uma saudade que dói…

Na manhã das minhas lembranças, mãnhas, pergaminhos, redemoinhos.

Minha mainha, cheirinho, cozinha, cominho. Rainha!

Agora, aqui… eu indo, vinho vindo. Sou niño, pequeno. Querendo ninho, pequeño, sonhar buenos sueños.

Idéias iam, vinham. Mundo duro, maduro, mauzinho.

Ir pro ninho, sozinho, tadinho. Melhor um gole, um barzinho! Não quero soninho, mundo mesquinho.

Só aquele colinho, onde os olhos se fecham, os sonhos caminham, ganham guarida, carinho.

Beijem suas mães por elas, por vocês… e por mim!

Anúncios

Tags: ,

9 Respostas to “E por falar em saudade…”

  1. Rodrigo Oliveira Says:

    Republicou isso em Preciso falar, você não precisa ler!e comentado:

    E por domingo passado, e por sexta, por hoje, por amanhã, por sempre e, depois, de novo!

  2. simone Says:

    ai para quem conheceu e conviveu com a TIA ANGÉLICA sabe o qdo ela foi importante e é … para minha uma segunda mãe. amo todos vcs Rodrigo Preta Léo Scheila Zeca são meus irmãos p sempre saudades bons tempos q vivemos convivemos juntos amo muito mas muito muito esta familia. abençoada

  3. Eduardo Says:

    Mais uma vez fantastico (e muito emocionante). Superacao em cima de superacao. Cara, vai escrever um livro! Te mexe. Grande abraco. Edu

  4. celancar Says:

    Não Tiago.
    Eu, que também sou macho, e chorei. Enchi os olhos de lágrimas.
    Chorei quando li no blog e quando ouvi o próprio Rodrigo declamando seu texto na radiofam.
    Macho chora sim, pois tem sentimento.
    Esqueça esse jargão inútil de que homem não chora, isso não leva a nada.
    Ah, parabéns Rodrigão, soubeste expressar teus sentimentos com grande sensibilidade e profundidade.
    Celso, pai do Tiago

  5. Rodrigão, o agradecido... Says:

    Obrigado gente, pelas palavras.

    Saibam que esse processo todo foi interessante… me fez bem escrever, botar pra fora de mim mesmo esse sentimento. Depois veio a dúvida de publicar isso, essa saudade, essa dor e embutido nessas coisas todas, o próprio ato de “exorcizar-me” disso tudo ao escrever essas simples palavras.
    Então decidi que sim, que talvez tenha um pouco de homenagem a ela e um tantinho de tradução do que, além de mim, meus irmãos e outras pessoas podem estar sentindo.
    Com isso eu dupliquei o bem que me fiz ao escrever. Já a citação do Tiago e os elogios de todas as pessoas que tomaram conhecimento do texto, o triplicaram!

  6. O tal do dia das mães « Telha do Tiago Says:

    […] post só para te deixar, caro(a) leitor, curioso e assim, entrar no blog dele e ler, clicando AQUI.      Assino embaixo de tudo o que ele […]

  7. Tiago Medina Says:

    Cara,
    se eu não fosse macho, eu chorava.
    Muito bonito mesmo…

  8. José Vahl Says:

    Show de bola!
    Simples, simples, simplesmente fantástico.
    Vou divulgar de acordo com minhas possibilidades.
    Aquele abraço!! (tradicionalmente, por trás…)

  9. Sheila Says:

    Adorei,conseguistes com palavras expressar o que realmente sentimos,lindo! Não é fácil…Vou salvar e guardar de lembrança.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: