Saudade onitemporal

A saudade se faz presente em mim, a qualquer e em todos os tempos.
Tenho saudade de um tempo em que eu nem vivi. Sinto saudade dos bares, da música, dos cassinos, do Brasil de 1940, do Lupicínio nas noites portoalegrenses, do chorinho nas calçadas, dos bondes em que não andei.
Sinto saudade do tempo em que meus pais estavam vivos, e comigo, e por mim. Pois em mim eles ainda estão, e sempre estarão.
Também sofro com a saudade que ainda não chegou. Sinto falta prévia do convívio diário que estou por não ter com a minha afilhada, que ainda está por nascer.
Tenho saudade dos que se foram, e dos que virão sem que eu os conheça.
Sinto saudade dos dias em que vivíamos o sentimento de tempos melhores na vida moderna. Que falta me faz a minha ingenuidade!
Tenho saudade de acreditar no que sei que não vai acontecer. De não saber que tudo está do jeito que está, por culpa de todos nós. Tenho saudade de ter esperança em um futuro, e em pessoas melhores. Acho que só isso me devolveria a vontade de ter o filho que ainda não tive.
Tenho saudade de ter, e de não ter algumas saudades!!!

 

Anúncios

Uma resposta to “Saudade onitemporal”

  1. Tiago Medina Says:

    Nutro uma enorme saudade da Bahia, e tenho uma saudade ainda maior de quando vocês estavam perto. De quando ir à boemia era mais simples e divertido. De tanta coisa que a gente observava noite afora.
    É uma saudade que se mantém, que compete mesmo com a ansiedade de, por outra vez mais, beber tranquilo sentado em mesa de bar ouvindo chorinho de novo. Como o da época em que tínhamos saudades tão mais simples.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: